Locais de informação, conhecimento & literacia

Locais de informação, conhecimento & literacia

informacaoUm número surpreendentemente elevado de europeus não dispõe de literacia suficiente. Os inquéritos nacionais e internacionais mostram que cerca de um em cada cinco adultos e um em cada cinco jovens de 15 anos, não tem as competências de leitura de que necessita para funcionar plenamente numa sociedade moderna. A biblioteca pública é o local de eleição para apoiar e consolidar a literacia necessária a todos para prevalecer na sociedade de hoje. As bibliotecas promovem cidadãos proactivos através da informação e o conhecimento disponíveis e acessíveis gratuitamente a todos.

Porque o acesso à informação e ao conhecimento é um direito de todos e o desenvolvimento de competências de literacia são essenciais: Somos Bibliotecas.

 

 

 


Mais informações:

A Dimensão Económica da Literacia em Portugal: Uma Análise
Literacia: precisamos de ser mais ambiciosos
Literacy for all
Diretrizes sobre Desenvolvimento de habilidades em informação para a aprendizagem permanente / Jesús Lau

The role of libraries in the creation of literate environments / Lisa Krolak, 2005
The Moscow Declaration on Media and Information Literacy


 

relatorio literaciaEste relatório é um alerta para a crise de literacia que afecta todos os países da Europa. Temos de perceber que ler e escrever é muito mais do que uma mera técnica ou competência. A literacia prende-se com a auto-estima das pessoas e com a sua capacidade de funcionar e florescer em sociedade como indivíduos, cidadãos activos, empregados ou pais. As nossas sociedades têm de enfrentar esta crise oculta e é necessário que todas actuem, e em conjunto, para optimizar os níveis de literacia e reduzir o analfabetismo. Estamos a viver um paradoxo: enquanto a era digital requer níveis cada vez mais elevados de literacia, milhões de europeus, de todas as idades, continuam a ficar aquém do nível mínimo.
Partimos do princípio, muitas vezes, de que todos têm capacidade para ler e escrever, processar informação e envolver-se, de modo crítico, nas suas múltiplas fontes. Supomos frequentemente que cabe apenas aos professores, escolas ou governos lidar com a literacia. No entanto, e precisamente porque as competências de literacia tocam tantos aspectos do nosso funcionamento social e económico, existe um vasto leque de agentes que tem um papel a desempenhar na abordagem dos problemas.
Este relatório descreve os principais problemas e soluções para alcançar a literacia em toda a Europa.

(Excerto do relatório do Grupo de Peritos de Alto Nível sobre Literacia na UE)